A Policia Militar de Mossoró prendeu na madrugada de hoje quatro pessoas acusadas de associação criminosa ou formação de quadrilha

Policias da Ambiental, Força Tática e da Viatura de Radio Patrulha, 1219 do 12º Batalhão, prenderam na madrugada de hoje, 03 de Agosto, quatro pessoas acusadas de “Associação Criminosa” com utilização de arma de fogo.
Foram detidos: Francisco das Chagas da Silva, de 29 anos de idade e sua namorada, Damiana Maria da Silva, residentes na Emilio Castelar no bairro Bom Jardim, Sayro Luan Leite e Eric Brian Dantas de Lucena. O grupo foi localizado no estacionamento do Restaurante Tenda com a denuncia que estaria praticando arrombamento a veículos estacionados no local. 
Como Aconteceu: A Central de Operações da Policia Militar recebeu denuncias da existência de um veiculo sendo utilizado por varias pessoas praticando pequenos assaltos nas Ruas de Mossoró, durante a tarde e noite de sábado, 02 de Agosto.

Por volta de 22 horas os elementos praticaram um assalto no bairro Nova Betânia e uma das vitimas anotou a placa do veiculo, que foi localizado pelas câmeras de monitoramento do Ciosp circulando no centro da cidade.

Momentos depois o Ciosp foi acionado com a denuncia de um grupo tentando arrombar os veículos de clientes estacionamento do Restaurante Tenda, no Alto de São Manoel. Durante a abordagem, ao veiculo com os quatro elementos, os militares encontraram um revolver calibre 38, municiado.

Na casa de Francisco no bairro Bom Jardim os militares encontraram uma escopeta calibre 12 de repetição com algumas munições, um colete a prova de balas e 12 celulares de varias marcas. Os detidos com o material e armas apreendidas foram levados para a Delegacia de Plantão.

Depois de ouvidos os acusados foram enquadrados no artigo 288 do Código Penal, que retira os termos " Formação de bando ou quadrilha" e cria a “Associação Criminosa”, formada por grupos de três ou mais pessoas com o fim específico de cometer crimes.

Para a modalidade do crime a pena varia de 1 a 3 anos de prisão com a possibilidade do Delegado responsável pelo plantão arbitra fiança. Como existe o agravante da utilização de arma de fogo, a pena é acrescida em 50%, e como passa de quatro anos, apenas a autoridade Judicial pode decidir. Os envolvidos foram encaminhados para a Cadeia Publica Juiz Manoel Onofre de Souza.

A família de Eric Brian garante que ele não tem qualquer envolvimento com o crime e que o mesmo estava com a família até às 22 horas e só saiu depois que recebeu um telefonema de um amigo convidando para um barzinho.

Comentários